Lado Nix e cultura Nerd

Lado Nix e cultura Nerd

Para os nascidos na minha época (1983) e até um pouco mais tarde, sabem que não era fácil a vida de nerd. Ser nerd era ser estudioso, tirar boas notas, o famoso CDF, o queridinho das professoras e o terror para as garotas. Era uma matemática certa, ser nerd não era legal, sofríamos muito preconceito, mas parece que os tempos mudaram.

Vocês devem ter notado entre Bazingas e tudo mais que o significado de nerd mudou de uns tempos para cá, hoje todo mundo quer ser nerd, é uma cultura supervalorizada. Em todos os cantos só se fala disso:

– “Oi, eu tenho um celular da moda, logo sou nerd!”

– “Olá, eu fico horas no facebook, sou meio nerd!”

– “Eu amo nerds!!!”

Agora me falem meus caros, quando ser nerd mudou de contexto, pessoas que não sabem formatar um computador, não conseguem configurar um roteador wireless se dizem nerds? Só porque assistiram uma vez a Star Wars? Porque gostam de vídeo games? Isso não os tornam nerds nem geeks, apenas pessoas com bons gostos.

Muito irritado eu fico com tais fatos. É meio estranho ver isso acontecer, mas por um outro lado é bom, pois agora vemos mais pessoas interessadas nos assuntos que achamos bacanas. Big Bang Theory ajudou bastante nesse quesito. Conheço muitos fãs da série que começaram a jogar Halo por conta da Halo Night, todas as quartas-feiras às 20 horas.

Mas o papo de hoje é sobre outra coisa, já falamos de cultura nerd e de bons seriados americanos sobre o tema, e se eu disser que temos material de muito boa qualidade sendo produzido aqui no Brasil? Isso mesmo, um seriado muito bacana com várias referências de HQ, games e bons filmes. O programa se chama Lado Nix, é uma produção independente feita exclusivamente para o Youtube que já conta com 4 capítulos. O seriado conta a história de Nix, até então uma gerente de loja de quadrinhos que sonha em ver sua grafic novel lançada. O bacana do seriado é ver como situações simples do dia a dia, como uma briga com a atual namorada do seu ex se torna um belo combate de Street Fighter.

O seriado em si é bom, como ainda está começando, temos que perdoar algumas falhas, os atores ainda não tem muito entrosamento, e algumas cenas soam muito forçadas, mas é muito bom ver pessoas talentosas se unindo para fazer algo tão bacana e ainda no cenário independente.

Vale a pena assistir, além das boas referências também vale a pena pelas atrizes, umas delicinhas (e sim, tem Princesa Leia de Biquini Prateado)! Se você sabe a diferença entre um Hadouken e um Kame hame ha, pode assistir que vai gostar.

[youtube video=jjgKkVIPPHs]

Anterior Rede social para troca de jogos, isso funciona?
Next Televisão 3D do Playstation será lançada neste final de semana

Sobre o Autor

Você também pode gostar

Destaque 0 Comentários

Skyrim Dragonborn DLC chega hoje na Xboxlive

Skyrim ainda se mantém vivo com mais uma DLC, desta vez Dragonborn chega para trazer mais aventuras e muito conteúdo para o melhor jogo do ano passado. Mas a surpresa desta vez fica para o console da Sony.

Matérias 0 Comentários

Battlefield 3 beta, impressões.

Passei a última semana testando o beta de Battlefield 3, a primeira impressão que tive foi queera um jogo bem diferente do que eu estava acostumado (Call of Duty) ,o

Matérias 0 Comentários

Como criar sua rádio no GTA V (PC)

Quando se fala de músicas no GTA V, todo mundo sempre quer criar sua própria rádio, nada melhor do que ouvir suas músicas preferidas enquanto detona a galera no GTA