Second Life: De promessa a decepção

Second Life: De promessa a decepção

Lá pelo ano de 2006 iniciei minha viagem a um mundo online totalmente novo primeiro por curiosidade sobre como um mundo virtual que misturava jogo com interação social estava chamando tanta atenção na época, este jogo era o Second Life.

O jogo não era novo, já contava com 3 anos de existência quase no anonimato, mas o interesse nesse novo mundo virtual vinha crescendo a cada dia e como sempre fui fã de jogos online e na época já era velho de guerra em jogos MMORPG decidi tentar a sorte.

 

O Inicio

No começo achei uma comunidade brasileira pequena, que contava apenas com alguns outros curiosos e pouquíssimos veteranos no jogo,principalmente brasileiros vivendo no exterior. O ponto de encontro naquela época era uma pequena ilha perdida no céu de um local qualquer no vasto mapa do jogo. Primeiro conheci várias pessoas interessantes lá, algumas delas se tornariam pessoas conhecidas e poderosas naquele mundo com grandes responsabilidades com a comunidade brasileira. Porém inicialmente utilizávamos o jogo somente para nos conhecermos, conversarmos bobeiras ou o que nos desse na telha como um chat online um pouco mais sofisticado.

Mal sabíamos que tudo mudaria apenas alguns meses depois e que nossa vidinha pacata com joguinhos bobos mas divertidos iria mudar tudo na comunidade brasileira e nos separaria para sempre.

Em minhas primeiras explorações do mundo comecei a entender realmente como funciona o modo Free to Play de um jogo que a parte Free termina exatamente quando suas necessidades no jogo começam a ficar maiores. Visitando outros lugares e conhecendo pessoas mais experientes percebi que se você quiser realmente participar de várias atividades lá dentro você precisa investir em seu avatar. Tudo que existia de mais avançado no jogo era comprado em Lindens, a moeda local do jogo e estes Lindens eram comprados com dinheiro de verdade e ai entra o seu investimento.

 

Second Life avatar

Armas,roupas,jogos e todo tipo de acessório para deixar o seu personagem com uma aparência bem interessante deveriam ser comprados a parte e portanto qualquer atividade que você queira participar como ilhas de RPG,corridas e tudo mais necessitavam de equipamentos que deveriam ser comprados de outros residentes que utilizavam as ferramentas do jogo para construir e programar.

A construção em sí não é realmente grátis, você precisa de um local para construir suas coisas e normalmente eram utilizados Sandbox para isso, estes eram simples pedaços de terra que a empresa desenvolvedora do jogo liberava para qualquer pessoa utilizar e assim treinar ou construir quase gratuitamente seus itens no jogo. O problema todo era que qualquer pessoa podia aparecer por lá e ver o que você estava fazendo o que para qualquer projeto comercial poderia significar sua ideia sendo vista e quem sabe copiado por outros, então você precisa para ficar em maior privacidade comprar ou alugar um lugar para morar.

Não vou entrar em muitos detalhes sobre algumas peculiaridades do jogo, mas acho que já deu pra entender um pouco do funcionamento do jogo e que de Free to Play só tem o chat mesmo com outras pessoas.

 

Second Life Atividades

De qualquer maneira os brasileiros lotaram o jogo, veteranos viram isso como uma oportunidade de negócios e fizeram bastante dinheiro vendendo espaço ou serviços para empresas que queriam de qualquer modo entrar nesse novo mundo que todos estavam falando.

Ninguém contava com a falta de pesquisa das pessoas que falavam maravilhas sobre este novo mundo virtual , que ele era o futuro ledo engano.

O Second Life sofre até hoje com problemas criados por eles mesmo no desenvolvimento do mundo virtual, hoje a tecnologia avançou e alguns destes problemas diminuirão drasticamente mas outros bem importantes ainda assombra os jogadores.

Primeiro e mais importante é que o Second Life é o jogo online que mais necessita de conexão a internet e das boas. Fora o terreno base do jogo, todo tipo de construção feita no jogo é criada por um usuário e pode ser alterada a qualquer momento, isso faz com que o jogo precise baixar novamente todos os itens da região que você esta toda vez que você entra no jogo ou mesmo se teleporta. Mesmo limitado pelo seu campo de visão o jogo ainda tem milhares de itens,imagens e avatares para baixar toda vez, e faz isso várias vezes durante sua partida pois a medida que seu personagem vai andando e vendo mais longe outros itens tem que ser baixados do servidor do jogo para que você possa vê-los e interagir com eles. O jogo possui um sistema de Cache para facilitar a sua vida, mas ele é pequeno e ineficiente demais para guardar os milhões de dados de itens que podem compor uma região. Esse problema impossibilita quase que completamente criar jogos de ação com seu avatar ou mesmo jogos de corrida de carros ou similares.

 Se nossa internet hoje ainda é uma vergonha na maioria das cidades imagina isso em 2006 ano em que o próprio Second Life passava por problemas internos em sua estrutura e não ajudava em nada o fato de milhares de novas contas estarem sendo criadas no Brasil.

Second Life Armas

Outro fato importante é a Física, quase que inexistente no jogo naquela época tonava muito difícil fazer por exemplo armas funcionais para uma partida de Paintball virtual por exemplo e qualquer arma que atirava projéteis deveria ter incorporada uma programação pesada por parte do criador para que funcionasse o mais parecido possível como equipamento original.

Porém essa saída para a falta de uma Engine de física descente não funcionava com veículos como motos, aviões, espaçonaves ou coisas deste gênero, o que tornava quase que inviável várias atividades divertidas e a imaginação era a única saída para alguns jogos. Como algumas pessoas entravam no Second Life procurando um jogo de ação por exemplo logo logo se sentia frustrado e acabava deixando o jogo.

No ápice do jogo o Brasil foi o primeiro país a ter uma empresa parceira da criadora do jogo Linden Labs que traduziu e comercializava dinheiro e terras em Real o que fez de nosso país um dos maiores utilizadores do jogo.

 

A Decepção

Toda fase tem um fim, isso é comum em todo jogo existente até mesmo o jogo da vida e foi o que aconteceu com o Second life em nosso país.

Por todos os problemas existentes no jogo e pelo crescente desinteresse das empresas no mundo virtual que era a promessa de grandes negócios mas que não correspondeu como o esperado, as pessoas começaram a deixar o jogo, assim deixando de gastar dinheiro o que levou ao fim da parceria da empresa brasileira com a Linden Labs e assim dificultou para muita gente a vida no jogo o que provocou mais saídas.

 Os projetos educativos,reuniões que poderiam ser feitas online e até faculdades e cursos que poderiam existir no jogo encontraram barreiras que tornaram inviável a ideia de negócios neste mundo virtual.

 

Conclusão

A comunidade Brasileira ainda existe e resiste dentro do jogo,mas muito menos que nos dias de glória do jogo, esses jogadores são aqueles que entenderam o funcionamento do jogo, se adaptaram a ele e é claro estavam dispostas a gastar uma boa grana para viver em um mundo que mesmo virtual faz os jogadores possuírem necessidades bem reais.

Second Life é um jogo que foi extremamente superestimado como a inovação do século mas talvez tenha aparecido cedo demais, mas ainda resiste tentando solucionar problemas que ainda assolam os desenvolvedores e aos próprios criadores do jogo.

 

Second Life Reunião

 

Vou ter que dar alguns créditos ao jogo, a ideia é boa e mesmo que não funcione exatamente como o esperado trouxe muitas coisas legais, conheci pessoas fascinantes, conheci casais que se conheceram pelo jogo, pessoas de diversos países do mundo e muitas pessoas loucas o bastante para perder a noção da realidade dentro desse mundo virtual.

Previous Novo Trailer de Test Drive: Ferrari Racing Legends
Next Open Beta de Diablo 3 este final de semana

You might also like

Sony sobe os preços da Playstation Plus em algumas regiões

A Sony divulgou que está aumentando o preço da Playstation Plus em várias regiões. Mesmo não afetando o Brasil , África do Sul, Ucrânia, Rússia, Turquia e índia vão ter um aumento que pode chegar a 51%.

Em um comunicado a Sony afirmou que as condições de mercado dos países afetados, foi o motivo para o aumento da assinatura.

Por enquanto a Sony comentou que não há aumentos previstos fora desta área, caso alguma mudança ocorra ela será enviada com 24hrs de antecedência para os usuários afetados.

Sonic CD está chegando para PS3 e XBOX360

A Sega está a toda revivendo as aventuras de Sonic e trazendo para os consoles de última geração. Agora é a vez de Sonic CD, lançado originalmente para o Sega

Assasins Creed 3 e Farcry 3 já tem data de lançamento.

A industria de games já esta a todo vapor este ano e as empresas não estão perdendo tempo em anunciar lançamentos de suas melhores franquias para aquecer o mercado. Junto