Pixel Piracy – Passe o tempo dominando os 7 mares

Pixel Piracy – Passe o tempo dominando os 7 mares

Há muito tempo, estava de olho em Pixel Piracy, queria um jogo casual e o tema pirataria muito me interessa, mesmo com algumas críticas ao jogo resolvi dar uma chance e não me arrependi.

Pixel Piracy é um jogo mundo aberto (open world) lembra em alguns aspectos Terraria aonde sua função principal é tornar-se o melhor pirata dos sete mares e derrotar 4 lendários piratas. Parece simples não é? Mas de simples não tem nada.

Pixel Piracy

A mecânica do jogo inicialmente parece bem simples, com poucas opções no menu e um pequeno botão de ajuda que contém algumas informações básicas, ajudam a se ambientar com o jogo, mas com o tempo você descobre que o jogo é um pouco mais complexo.

A falta de informação é um dos problemas do jogo, a ajuda é bem fraca e não diz pontos importantes do jogo,  você tem que aprender na marra. Uma informação importante é que apesar do jogo ter tradução para o português, ela está longe de ser completa, caso você tenha algum problema com o inglês é melhor esperar uma atualização da tradução.

O inicio do jogo apresenta um nivel de dificuldade bem alto, não porque seja realmente muito difícil, mas porque você ainda não aprendeu as malicias da pirataria, e até descobrir vai ter que bater em retirada algumas vezes.

Pixel Piracy

Graficamente o jogo é bem simples, mas é bem trabalhado. A ambientação simples traz um clima bem típico de um jogo indie, com muitos cenários repetidos, mas a transição de dia para a noite alivia um pouco as coisas.

A mecânica de montar seu navio no jogo  é basicamente a mesma de um Terraria, mas é claro bem mais simples e com muito menos opções. A medida que você monta seu navio você vai poder comprar itens especiais que vão dar mais vantagens a ele principalmente os canhões que ajudam e muito a batalha contra outros navios.

Cada um de seus personagens possui vários atributos que devem ser melhorados para que você tenha a chance de batalhar com inimigos mais fortes, você pode utilizar os pontos de habilidade para subir os atributos e pode comprar skills que são importantíssimas para proteger sua tripulação, o Swimming por exemplo faz seu personagem não morrer mais afogado.

As batalhas são semi automatizadas, você controla somente aonde seu capitão vai atacar, os outros tripulantes você pode ordenar suas posições, mas eles só atacam quando estão perto de algum inimigo ou caso sejam atacados. Então o jogo vai se basear pelas skills e atributos dos personagens para definir os danos e defesas do mesmo em caso de batalha.

Pixel Piracy

Encontrei alguns bugs pelo caminho, como não conseguir alterar meu navio ou um travamento momentâneo dos menus, mas foram poucos em relação ás horas que joguei.

No final mesmo sendo um jogo casual, você vai perder horas batalhando para melhorar seu navio, aumentar sua tripulação para tentar atacar os lendários piratas.  Para mim é diversão garantida.

Você pode comprar Pixel Piracy diretamente pelo Steam clicando aqui

Previous Bound by Flame - Como matar o último chefe?
Next Sony sobe os preços da Playstation Plus em algumas regiões

You might also like

Dragon Quest X está chegando para Wii/Wii-U

Dragon Quest X foi anunciado em meados de 2008 para Nintendo Wii, de lá pra cá poucas informações chegaram sobre este clássico. Porém ontem 05/09 finalmente o suspense acabou e

Veja o trailer do jogo dos Avengers cancelado pela THQ

A recente reestruturação da THQ que colocou alguns de seus títulos famosos na prateleira como MX x ATV e Red Faction também parou a produção de um novo jogo dos

Criador de Toejam & Earl está desenvolvendo um jogo para a sony.

Meu herói Greg Johnson criador de um dos jogos que eu mais joguei na época do 16 bits Toejam & Earl fez uma parceria com a Sony. Em um post recent sobre uma vaga em sua equipe de arte ele revela que o jogo será do estilo emocional desenvolvido tanto para meninos e meninas.