Kingdoms of Amalur: Reckoning – O Fracasso do Sucesso

Kingdoms of Amalur: Reckoning – O Fracasso do Sucesso

Um dos melhores jogos do final do ano passado saiu com a desvantagem de confrontar o melhor de todos Skyrim. Mesmo assim Kingdom of Amalur: Reckoning é um dos melhores e acho que maiores jogos de Action RPG, ou pelo menos é assim que o defino.

As vendas do jogo já superam 1.7 milhões de cópias, o que para um jogo que apareceu no mercado somente agora é um grande sucesso, porém não foi suficiente para suprir os problemas enfrentados por sua desenvolvedora a 38 Studios que se não houver nenhum milagre nos próximos dias será oficialmente extinta.

Mesmo com os problemas enfrentados pelo desenvolvedor ou mesmo se confirmada a falência total da empresa há muitas chances do jogo ser vendido para outra empresa, pois além de ser uma nova marca que já começou muito bem, ela foi avaliada em 20 milhões de Dólares o que é um valor expressivo para uma marca.

De qualquer modo se você gosta de action RPG em terceira pessoa e que realmente lembra o estilo de mundo aberto de Skyrim, Kingdom of Amalur: Reckoning é um ótimo jogo que merece ter a atenção do público agora que a febre Skyrim passou um pouco. Eu recomendo que você compre o jogo, mesmo com alguns pequenos problemas que provavelmente não terão um patch de correção.

O Jogo relembra muito Skyrim, não em sua jogabilidade, mas na quantidade gigante de coisas para fazer, no tamanho dos mapas, mas em quantidade de quests e tempo de jogo necessário para terminar supera em muito o jogo da Bethesda. A em uma entrevista de seus desenvolvedores, eles mesmo se perguntaram se se excederam na concepção do jogo que pode ser terminado em no mínimo 40 horas isto se você não fizer as 200 horas de sidequests. Portanto é um jogo que vai tomar muito do seu tempo.

Kingdoms of Amalur: Reckoning

Os gráficos do jogo relembram World of Warcraft, são gráficos mais simples que não tentam remeter uma “realidade” cenários coloridos compões o clima do jogo que varia muito dependendo da região que você se encontra. De uma floresta densa a desertos passando por planícies verdes e cachoeiras imensas o jogo da a impressão de grandeza e variedade de locais quebrando qualquer problema de mesmice.

Seu personagem apesar de ser mais cartunesco, se modifica quando o assunto é armas e armaduras. Há vários tipos diferentes delas, algumas armas são imensas e ficam muito mais legais quando há algum poder elemental atrelado a elas. A maioria das armaduras são bem detalhadas e transforma um pouco seu personagem tirando a imagem inicial de cartoon.

No quesito jogabilidade ele se assemelha com Dragon Age 2 nos modos de ataques e até mesmo nos comandos das magias. Porem a variedade de golpes neste jogo é bem grande principalmente quando você mistura as classes do jogo. As combinações de ataque e defesa funcionam muito bem deixando o combate dinâmico e rápido.

Kingdoms of Amalur: Reckoning

Há 3 classes diferente no jogo, você pode ser um Mago com poderes elementais, um guerreiro que utiliza a força bruta na maioria das vezes ou você pode ser um ladino e pegar seus inimigos de surpresa que na maioria das vezes resulta em um dano absurdo. Mas o jogo não limita suas opções a somente uma classe, você pode comprar habilidades de qualquer classe e assim seu personagem pode ser uma mistura de força bruta e magia por exemplo. Independentemente do que você escolher o jogo te da um bônus dependendo do tipo de personagem você esta fazendo e isso ajuda e muito mesmo um personagem multi classes.

Além da customização completa de seu personagem, você pode definir que tipo de arma seu personagem irá utilizar, pois diferente das armaduras você pode utilizar qualquer arma encontrada no jogo, isso ajuda a você definir qual arma utilizar e em qual se especializar.

Kingdom of Amalur: Reckoning possui alguns problemas também como dessincronização de algumas legendas, algumas quests com problemas que as tornam intermináveis (no momento só achei uma), que de certo modo incomodam quando se trata de um jogo essencialmente baseado em quests, mas que não tira de modo algum a sua empolgação com a história e com o jogo em si que é espetacular.

Kingdoms of Amalur: Reckoning

Um mundo aberto e gigante, vários lugares para conhecer e se maravilhar com algumas paisagens, centenas de quests diferentes que vão trazer muitas horas de diversão fazem de Kingdom of Amalur: Reckoning uma boa dica para comprar, indico principalmente aos amantes de um RPG ou aqueles que curtem um RPG mais ação, pois neste jogo a sua habilidade com o controle também é testada.

Uma pena que a 38 Studios tenha fechado e que os jogadores de um ótimo jogo como Kingdom of Amalur: Reckoning tenham ficado órfãos da série (por enquanto pelo menos) e isso obviamente me inclui. Mesmo assim há uma expansão para o jogo que aumenta nada mais nada menos que 15% do território do jogo e adiciona mais quests o que deixa o jogo ainda maior.

Se você ainda não jogou pegue pelo menos o demo que esta disponível e faça um teste tenho certeza que você vai se viciar no mundo de Kingdom of Amalur: Reckoning.

[youtube video=6lhzDkaKi1w]

Previous Planetside 2 trailers e expectativa.
Next Mais XP em dobro em Battlefield 3, desta vez jogadores Premium serão beneficiados

You might also like

Double XP no Battlefield 3 este final de semana.

Mais um final de semana com experiência dobrada no Battlefield 3, será válida a partir de 16 de Junho (neste sábado) até dia 17 (domingo).

O Evento será realizado em todas as plataformas e funcionará também para o novo DLC Close Quarters.

Mirror´s Edge pode ter continuação

Mirror´s Edge é um dos jogos da EA que trouxe uma nova realidade ao mundo dos jogos tanto pelo seu modo de jogar quanto pelos gráficos e jogabilidades que impressionaram

EA aposta em Star Wars: Battlefront e não tem medo de adiar o jogo

A Eletronic Arts está com a faca e o queijo na mão este ano, aproveitando o lançamento do novo filme da saga Star Wars,  lançará a nova versão de um dos

  • Anônimo

    Um único comentário: cagaram no pau quando resolveram fazer o jogo com gráficos cartunescos.

  • IcaroBrendel

    Eu achei o jogo muito bom, melhor que Skyrim, ainda me pergunto como Skyrim levou o GOTY. O jogo traz uma variedade grande de inimigos, poderes, habilidades e interação com cenários e npcs, a 38Studios pecou um pouco na historia e na personalização do personagem mas não é algo que ira atrapalhar o gameplay, e para quem realmente gosta de ARPG grafico não é quesito de avaliação.

  • Primeiramente, ótimo post! Eu tenho os dois jogos e confesso que prefiro Skyrim. KOA é um ótimo jogo, peca na câmera. Achei muito ruim a visão em terceira pessoa, pouco dinânica, lenta, posso dizer que é uma terceira pessoa “fixa”, poderia ter uma visão semelhante a jogos Point and Click. Eu joguei umas 10h e enjoei.

  • Robson

    Tem gente que gosta, sr Anonimo.

  • comparar Skyrim com KoA é babaquisse… cada um em seu estilo… agora kingdoms é um otimo jogo… é um RPG meio arcade…. mas é muito bom….

  • Edson Fernandes

    Depois de 4 anos + de lançado é que vim conhecer esse jogo. Posso afirma que com legenda e comparando Skyrim ele é bem melhor. Mapa imenso, muitos intens e a luta é 10x melhor. Eu tinha skyrim e joguei muito, porem, é um jogo travado e problematico. Me lembro de fazer as melhores magias non game, usar set com custo mana reduzido e quando ia matar monstros, eles pareciam imortais, em skyrim, parece que não adianta você ficar forte, além do que, existem diversos bugs que deixam o jogo uma bosta, como aumenta HP, Stamina e defesa… Em Rekronicles isso eu ainda não vi, sofri para passar de alguns boos e ainda ando empolgado montando classe

    • Vinicius Tanaka

      Lançaram a versão special edition, corrigiram vários bugs. Os magos no skyrim são fracos comparados com as classes que dão dano baseado na arma no late game mesmo. Já que se podem craftar armas super poderosas, e não existem modos de buffar as magias, apenas reduzir o seu custo. Porém é possível jogar de mago, e ter os benefícios de um grande HP e defesa e conjurar criaturas que causam um bom dano e torna o jogo bem viável no skyrim.